26 de out de 2014

Símbolos Municipais

Brasão de Astorga


Quando surgiu: O atual brasão de Astorga foi adotado em 8 de maio de 1975, através da Lei Municipal nº 632/72-E, a pedido do então prefeito Ricieri Resquetti. A mudança foi feita pois o brasão antigo não enfocava detalhes a respeito de Astorga.

Quem foi o responsável pela sua criação: O brasão foi de autoria do heraldista Prof. Arcinos Antonio Peixoto de Faria, da Enciclopédia Heráldica Municipalista.

O escudo samnítico: Usado para representar o Brasão de Armas de Astorga, foi o primeiro estilo de escudo introduzido em Portugal por influência francesa, herdado pela heráldica brasileira como evocativo da raça colonizadora e principal formadora de nossa nacionalidade.

A coroa mural: É símbolo universal dos brasões de domínio que, sendo de argente (prata), de seis torres, das quais apenas quatro são visíveis em perspectiva no desenho, classifica a cidade representada na terceira grandeza, ou seja, sede de Município a ilumina de goles (vermelho) pelo significado heráldico da cor. Lembra as qualidades próprias dos dirigentes da comunidade.

O metal jalde (ouro) do canto do escudo: É símbolo de glória, esplendor, grandeza, riqueza, soberania.

Em abismo (centro ou coração do escudo): O leão rompante de goles (vermelho) firmado em pala uma espada de argente (prata), das armas da Província de Leon da Espanha, lembra o objetivo da escolha do topônimo "ASTORGA" da cidade espanhola, em homenagem à colônia desse país, visando atrair colonos.

A cor goles (vermelho): Simboliza a dedicação, amor pátrio, audácia, intrepidez, coragem e valentia.

As buzinas de caça, estilo boiadeiro, de sable (preto): Representam no brasão, a pecuária de corte e leiteira, que se destaca na economia do município.

A cor sable (preto): É símbolo de prudência, sabedoria, moderação e firmeza de caráter.

Ao termo (parte inferior do escudo): A asna ou chaveirão de blau (azul) carregada de três abelhas do argente (prata), lembra no brasão o desenvolvimento da sericultura no município.

A cor blau (azul): É símbolo de justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade e o metal argente (prata) simboliza a paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza e religiosidade.

Em ponta: O galinácio representa no brasão, a avicultura, outra atividade econômica em destaque.

Nos ornamentos exteriores: O café e o milho, apontados os principais produtos oriundos da terra dadivosa e fértil, esteios da economia municipal.

Nos lites de goles (vermelho):
Em letras argentinas (prateadas), inscreve-se a topônimo identificador "ASTORGA".

Bandeira de Astorga

Quando surgiu: A atual bandeira de Astorga foi adotada em 8 de maio de 1975, através da Lei Municipal nº 632/72-E a pedido do então prefeito Ricieri Resquetti. A mudança foi feita pois a bandeira antiga não enfocava detalhes a respeito de Astorga.

Quem foi o responsável pela sua criação: A bandeira foi de autoria do heraldista Prof. Arcinos Antonio Peixoto de Faria, da Enciclopédia Heráldica Municipalista.

Brasão: O brasão, aplicado na bandeira, representa o Governo Municipal.

Triângulo isósceles amarelo: Representa a própria cidade-sede do município - é o triângulo símbolo heráldico da liberdade e fraternidade e a cor amarela simboliza a glória, esplendor, grandeza, riqueza, soberania.

Faixa amarela central carregada de sobre-faixa vermelha: Representa a irradiação do Poder Municipal que se expande a todos os quadrantes de seu território. A cor vermelha é símbolo de dedicação, amor, pátrio, audácia, intrépidos, coragem, valentia.

Faixas externas azuis: Representam as propriedades rurais existentes no território municipal.A cor azul é símbolo de justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade.

Fonte: http://astorga.pr.gov.br/simbolos.php

Nenhum comentário:

Postar um comentário